• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
    • Selecao estagio-Resultado Final-Direito-2018
    • Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
    • Eleição sindicato Prancheta 1
    • Divulgado Resultado Definitivo e Classificação dos Candidatos Aprovados - Estágio em Direito - Sede
    • Ministério Público do Trabalho multiplica experiências de protagonismo infantojuvenil no país
    • Sistema eletrônico pioneiro evita fraudes e reduz custos em eleições sindicais

    CNMP aplica pesquisa para ouvir a sociedade sobre temas prioritários na atuação do Ministério Público

    Informações serão usadas na elaboração do Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Púbico brasileiro (PEN-MP), com vigência entre 2020 e 2029

    Defesa do Meio Ambiente? Combate à corrupção? Direitos humanos? O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) quer ouvir a opinião da sociedade sobre os temas que devem ser prioritários na atuação do Ministério Público durante os próximos dez anos. Para participar, basta acessar aqui e responder a um breve questionário, que estará disponível até o dia 8 de junho. As informações serão usadas na elaboração do Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Púbico brasileiro (PEN-MP), com vigência entre 2020 e 2029.

    Imprimir

    Procuradora ministra aula para transexuais e travestis

    Ação faz parte do 2° Trans-Formação, parceria da ONU com o MPT. Iniciativa forma lideranças de movimentos LGBT

    Brasília – O Ministério Público do Trabalho (MPT), em parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU), promoveu, nesta sexta-feira (4), na sede da Procuradoria Geral do Trabalho (PGT), em Brasília, aula para transexuais e travestis, ministrada pela procuradora do MPT Valdirene de Assis. A palestra faz parte da segunda edição do curso Trans-Formação do Distrito Federal (DF) e Entorno, da ONU, de capacitação de lideranças políticas, e abordou direitos das pessoas LGBT (com foco em transexuais e travestis), atuação do MPT e discriminação de pessoas trans no trabalho.

    Imprimir

    Maio Lilás lembra importância de sindicatos na defesa dos direitos trabalhistas

    Objetivo da campanha é promover o princípio da liberdade sindical. Lançamento terá mesa-redonda e site sobre a reforma trabalhista

    Brasília – O Ministério Público do Trabalho (MPT) promove, neste mês de maio, diversas atividades no sentido de lembrar a importância de discutir a liberdade sindical e da participação dos trabalhadores e trabalhadoras na atuação dos sindicatos para a promoção da defesa dos seus direitos. A ações da campanha Maio Lilás incluem debates, exposições, iluminação de prédios públicos, entre outras atividades promovidas pela Procuradoria Geral do Trabalho (PGT) e pelas procuradorias regionais, nos estados. O lançamento oficial da campanha será no dia 7 de maio, na sede da PGT, em Brasília, em conjunto com a Procuradoria Regional do Trabalho no Distrito Federal e Tocantins (PRT 10) e contará com uma mesa-redonda sobre o tema “Liberdade sindical e reforma trabalhista”, bem como com o lançamento da revista em quadrinhos sobre “sindicatos” e do site www.reformadaclt.com.br, que traz informações para trabalhadores e empregadores sobre a reforma trabalhista. Programação em anexo.

    Imprimir

    Livro que te quero livre!

    Iniciativa inédita amplia acesso à leitura a trabalhadores

    “Escolha um livro, leve-o para onde quiser, durante o tempo necessário”. É este o espírito do projeto “Livro que te quero livre”, criado pela bibliotecária Ana Maria Almeida. O conceito de biblioteca livre – quando o empréstimo dispensa controles e prazos para devolução – já tem adeptos em várias partes do mundo. Porém a iniciativa é inédita no Brasil por ter foco no trabalhador terceirizado. “O objetivo é facilitar e oportunizar o acesso à leitura a esses profissionais, embora o acervo esteja também disponível para servidores”. O nome do projeto foi inspirado no verso “Verde que te quiero verde”, do espanhol Frederico Garcia Lorca.

    Imprimir

    • banner pcdlegal
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner email
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • banner audin
    • Portal de Direitos Coletivos